Os inocentes de Oruro

O cara passa cinco meses preso numa delegacia boliviana acusado de assassinar um guri de 13 anos durante uma partida futebol. Após longo impasse, junto de outros acusados, volta ao Brasil.

Semanas após retornar, o amigo vai ao jogo de seu time em Brasília. No intervalo da partida ele inicia uma briga com torcedores da equipe adversária a sua.

Mesmo que ele não seja o culpado pela morte do boliviano, esse cara ainda pode ir à estádios e conviver em sociedade? Prisão resolve? Acho que não.

O jornal O Estado De S. Paulo traz hoje uma matéria que mostra os fatos. Leia, na íntegra, neste link.

Daniel Aita

Foto: Estadão Conteúdo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s