Grêmio erra (de novo) e jogador não viaja

O deslocamento do Grêmio até o Chile começou na segunda-feira. O time saiu de Porto Alegre a tarde em direção a São Paulo, onde passou a noite. Na manhã de terça-feira foi o embarque para o Chile. Seria para Yuri Mamute. Com problemas na documentação, o jovem atacante gremista teve que voltar para Porto Alegre.

O retorno a capital gaúcha aconteceu porque faltou a assinatura de seu pai, no documento que o autorizava a sair do pais sem seus responsáveis legais. Yuri Mamute tem 17 anos, por isso precisa de autorização. O presidente do clube, Fábio Koff, que é juiz de direito aposentado, tentou se responsabilizar pelo atleta, mas a Polícia Federal não permitiu.

Um fato parecido aconteceu com o Grêmio em 2011, quando o primeiro Gre-Nal do Campeonato Gaúcho daquele ano foi na cidade de Rivera, no Uruguai. O tricolor enviou um time reserva, com atletas do time sub-20. Falhas na documentação fez com que alguns deles retornasse mais cedo a Porto Alegre.

Daniel Aita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s