Castigo: Após perder muitos gols, Grêmio perde de virada para o Caracas

No início, um susto. Mas depois, um aparente domínio e o um a zero a favor davam ao torcedor gremista a impressão de que o tricolor traria mais uma vitória fora de casa. Porém não foi isso que aconteceu. Com o placar a favor, o tricolor perdeu chances e trouxe o Caracas para o ataque, que dominou a partida e de virada bateu o clube gaúcho por 2 x 1 no Estádio Olímpico de Caracas, conquistando sua primeira vitória sobre brasileiros em 14 partidas disputadas. 

Os gols do jogo foram de Peña e Farias para os donos da casa enquanto que Elano fez o gol gremista. Com a vitória, Grêmio e Caracas agora dividem a segunda colocação, com seis pontos, embolando cada vez mais o grupo 8. Os próximos compromissos das duas equipes serão nos dias 3 e 10 de Abril, quando o Caracas em casa recebe o Huachipato e o Grêmio recebe o Fluminense na Arena.

Susto e empate no primeiro tempo

A partida começou assustando a torcida gremista. Com 15 segundos de jogo, Pará tirou mal a bola, que ficou no pé do adversário obrigando Dida a fazer a defesa. O Grêmio teve sua primeira chance de ataque aos três minutos, quando Zé Roberto erra um passe na esquerda deixando a bola com o adversário.

Com oito minutos de jogo, Barcos driblou dois marcadores e, de fora da área, chutou rente a trave do goleiro Baroja. Na sequencia da jogada, Jiménez arriscou de fora da área e Dida defendeu com dificuldade. O time venezuelano começou a arriscar mais e, após cruzamento na área, Farias chutou sem força nas mãos do goleiro tricolor.

A partir dos dez minutos de jogo o Grêmio dominou a partida. Após tentativas de Barcos, Vargas e Fernando, o gol do Grêmio. Barcos cruzou para Zé Roberto, mas a bola fica com André Santos, que cruza de novo e encontra Elano dentro da área venezuelana livre para cabecear para dentro do gol de Baroja.

O Grêmio era superior na partida e sofria com frequência faltas no campo de ataque. Aos dezenove minutos, Cris e Carabalí trocam empurrões na frente da área do Caracas. O zagueiro gremista fica caído no gramado e sai de maca. Com vinte e um minutos, Peña se joga dentro da área gremista e recebe cartão amarelo por simulação.

Aos vinte e cinco minutos, outra boa chance do Grêmio. Barcos recebeu de Elano, mas bola passou rápida demais na frente do jogador, que não alcançou. Antes, Vargas já havia tentado o chute, batendo na zaga. O gramado é ruim e jogo tem muitas faltas.

Com trinta minutos, Elano passa para Pará, que cruza para Zé Roberto. O meia recebeu mal pela esquerda, e não conseguiu dominar a bola chutando forte pela linha de fundo. Aos trinta e seis minutos, Vargas acerta Guerra sem bola e recebe cartão amarelo. No lance seguinte, Elano faz falta em Otero e recebe cartão amarelo. Após o lance, o meia se desespera à beira do gramado. É o terceiro cartão amarelo, que o tira do próximo jogo, contra o Fluminense.

No final da primeira etapa, André Santos comete falta em Cure na entrada da área. Otero cobra falta, a bola bate em Fernando e a sobra fica com Peña, que chuta forte sem chances para Dida.

Chances perdidas e a derrota

O Grêmio tira proveito das más condições do gramado. Aos seis minutos, Zé Roberto chuta forte, a bola desvia no “morrinho artilheiro” e bate em Baroja. Na sequência Fernando chuta mal, por cima do gol. O time tricolor não consegue trocar muitos passes na etapa complementar.

A melhor chance do Grêmio no segundo tempo foi aos dezenove minutos, quando Elano cruza para Barcos dentro da área, cabeceando para fora. A partir daí, o Caracas domina a partida.

Aos vinte e um minutos, a defesa gremista para. Cure cruza pelo lado esquerdo e Farías empurra para dentro do gol empatando o jogo. Com a vitória, o time da capital venezuelana começa a valorizar a posse da bola, cavando e demorando a cobrar faltas.

Como o Caracas ameaçava muito, e o Grêmio desperdiçava muitas chances de gol, o técnico Luxemburgo mexe no time, colocando Welliton no lugar de Fernando, Marco Antônio para a vaga de Elano e tira Vargas para colocar Willian José.

Mas as alterações não foram suficientes. O tricolor continuava a colecionar chances de gol desperdiçadas. Aos vinte e oito minutos o Grêmio tem dois escanteios a favor, mas não aproveita. Com trinta e um minutos Sanches cai no gramado e fica esperando atendimento médico, que entra em campo minutos depois.

Aos trinta e sete minutos, Barcos recebe a bola e, ao entrar na área, se joga no chão pedindo pênalti. Em outro lance, André Santos cruza e o zagueiro do Caracas recua a bola para o goleiro de cabeça. No último lance do jogo, Marco Antônio arrisca de longe, por cima do travessão. Enquanto isso, Baroja fica no chão, ganhando tempo para o Caracas.

Com a derrota, o Grêmio permanece na segunda colocação do grupo oito da Taça Libertadores 2013. O próximo jogo pela competição será dia 10 de abril contra o Fluminense, na Arena.

Ficha Técnica – Caracas 2 x 1 Grêmio – 4ª Rodada – Fase de Grupos – Copa Bridgestone Libertadores 2013

Local: Estádio Olímpico UCV, Caracas (Venezuela).

Árbitro: Oscar Maldonado (FIFA/Bolívia)

Assistentes: Efraín Castro (Bolívia) e Arol Valda (Bolívia)

Escalações

Caracas: Baroja; Amaral, Peraza, Andrés Sanches e Carabalí; Juan Guerra, Edgar Jiménez (Quijada), Ángelo Peña (Vivas) e Otero; Farías e Curé (Febles). Técnico: Ceferino Bencomo

Grêmio: Dida; Pará, Werley, Cris e André Santos; Fernando (Welliton), Souza, Elano (Marco Antônio) e Zé Roberto; Vargas (Willian José) e Barcos. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cartões Amarelos: Peña (CAR 21’/1°T), Vargas (GRE 32’/1°T), Elano (GRE 36’/1°T), Juan Guerra (CAR 2’/2°T), Amaral (CAR 22’/2°T), Werley (GRE 37’/2°T) e Otero (CAR 48’/2°T)

Gols: Elano (GRE 16’/ 1°T), Angelo Peña (CAR 46’/1°T), Farías (CAR 21’/2°T)

Daniel Aita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s